segunda-feira, 16 de março de 2015

É possível viver de arte na Paraíba?



     Nosso estado é um berço de artistas de todas as áreas culturais, artistas estes que vêm se destacando cada dia mais no cenário nacional, elevando o nome de nossa Paraíba.

    Em contrapartida, é grande o número de “pseudo-artistas”, pessoas que até gostam e praticam alguma tipo de arte, mas sem embasamento teórico e prático nenhum, apenas “gostam”. “Artistas” como estes, que se encontram em toda esquina, na maioria das vezes, têm um trabalho “normal” pra ocupar seu dia e se manter, fazem faculdades em áreas extremamente diferentes das artes, quando fazem, pois para muitos deles, pra ser artista não precisa se preparar, não precisa se qualificar, basta ter “talento” e, infelizmente, encontram embasamento no seu pensamento quando encontram pessoas que, por não conhecerem ao fundo e não ter acesso à apresentações artísticas, comumente, com pessoas qualificadas na área, admiram estes “pseudo-artistas” como profissionais da mais alta qualidade. Ledo engano.
      Além da qualidade técnica, outra coisa que difere esses “artistas” dos artistas de verdade, são que suas apresentações são sempre de graça, geralmente pra instituições, escolas e prefeituras, pois eles não entenderam que ser artista é um trabalho como qualquer outro, também pudera, em seu íntimo eles sabem que não podem cobrar por algo sem qualidade.
     Portanto, é importante que se saiba que não é necessário apenas “gostar” de arte e de cultura, é extremamente necessário a preparação para que se possa ser valorizado de maneira efetiva e sair do patamar de “mendigo cultural” para o patamar de artista reconhecido.
    Então, respondendo a pergunta-título, é possível sim viver de arte, desde que nos preparemos pra isso, através da formação prático-intelectual, que difere os “simples mortais” dos artistas de verdade.