domingo, 28 de maio de 2017

Ex-amor


Certa vez encontrei um ex-amor
Que há muito havia me deixado
O motivo sequer foi explicado
Me deixou sem remorso e sem pudor
Nesse dia, tentei lhe contrapor
Perguntei o motivo e a razão
Ela riu, segurou em minha mão
E me disse: "Aceite a verdade
Quem nasceu pra viver em liberdade
Não consegue viver numa prisão".